HEY YOU Um Ato de Verão

“O melhor de se fazer um espetáculo ao ar livre é ter o céu como teia de luz e o som da cidade como banda sonora”

Partindo das especificidades temporais e espaciais em que acontece o Festival TeatroAgosto, Ana Gil & Nuno Leão convidam pessoas da comunidade do Fundão para construírem um objeto teatral que se assume como Ato de Verão.

Propõe-se assim um dispositivo de partilha de um espaço e tempo comuns, onde o essencial será a experiência única e própria que cada espetador vive ao testemunhar este acontecimento.

Manifesto

No nosso Paraíso podemos recomeçar.

No nosso Paraíso podemos dizer o que quisermos.

No nosso Paraíso não há fraudes fiscais nem escândalos financeiros.

No nosso Paraíso a esperança não chega em pacotes de medidas feitas por um governo estrangeiro.

No nosso Paraíso o orçamento de estado para a cultura é de 1%, no mínimo.

No nosso Paraíso ainda há um Festival como o TeatroAgosto.

No nosso Paraíso não pode faltar uma boa feijoada.

No nosso Paraíso as festas cheiram a sardinha.

No nosso Paraíso as ruas estão cheias de pessoas.

No nosso Paraíso há espetáculos ao Ar Livre. Como?

No TeatroAgosto.

Ficha Técnica

Direção Artística e Conceito: Ana Gil & Nuno Leão

Dramaturgia e Texto: Nuno Leão

Pesquisa: Diogo Martins

Interpretação: Grupo de pessoas da comunidade do Fundão

Desenho de som: KUBIK

Vídeo: Afonso Fontão

Fotografia: Tiago Moura

Design: António Fontão

Direção de Produção: Francisca Rodrigues

Co-Produção: Terceira Pessoa – Associação, ESTE-Estação Teatral da Beira Interior

Financiamento: Direção Geral das Artes/Governo de Portugal, IPDJ

Media do Projeto